Corte internacional condena Brasil por morte de Herzog. Tabelamento de fretes avança na Câmara.

Ontem, quarta-feira, 04, foi dia de condenação do Brasil pela Corte Interamericana de Direitos Humanos, pela morte do jornalista Wladimir Herzog, em 1975, executado depois de preso e torturado pelo regime autoritário que governava o Brasil.

A condenação do Brasil é por crime contra a humanidade, sendo esta a primeira condenação contra o país feito pela referida corte internacional. O motivo foi “falta de investigação, de julgamento e de punição dos responsáveis pela tortura e pelo assassinato do jornalista”.

Herzog, na época em que foi assassinado, era diretor de jornalismo da TV Cultura quando foi ao Destacamento de Operações de Informação – Centro de Operações de Defesa Interna (DOI-CODI) para prestar um depoimento em 25 de outubro de 1975.

Naquele dia, foi submetido a um interrogatório sob tortura e morreu devido à violência sofrida. Daqui um ano o governo brasileiro deverá apresentar um relatório mostrando o que fez para reabrir as investigações contra os responsáveis pelo assassinato do jornalista.

Pois bem. A greve dos caminhoneiros segue produzindo consequências para a economia nacional. Em maio, por exemplo, o movimento foi responsável pela queda da produção industrial na ordem de 10,9% em relação a abril.

Enquanto isso, no Congresso Nacional, uma comissão especial composta por senadores e deputados de diversos partidos aprovou relatório final à Medida Provisória 832, que criou a tabela para o frete rodoviário, fruto de muita polêmica.

A matéria foi aprovada com 16 emendas ao texto original da Medida Provisória, concedendo anistia às multas e sanções sofridas por motoristas e transportadores durante a greve que paralisou o país por 11 dias no final de maio.

Ontem, em Brasília, durante o lançamento do Plano Safra 2018-19, o ministro da Agricultura, Blairo Maggi, defendeu que o tabelamento do frete deve respeitar a periodicidade da agricultura, devendo seguir a lei da oferta e da procura.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu