Câmara aprova Fundeb e amplia verbas para a educação básica

Câmara aprova Fundeb e amplia verbas para a educação básica. Esse é um dos destaques da grande mídia impressa, nesta quarta-feira, 22 de julho de 2020. Veja na *sinopse do noticiário*.

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano III, Nº 621, de 22.07.2020

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

 

📃 *Manchetes do dia*:

“Câmara aprova ampliação de verbas para a educação básica. PEC prevê aumento gradual de transferências da União até 2026.” *Manchete de capa do O Globo*.

“Proposta do governo prevê imposto menor para bancos. Contribuição planejada para unificar PIS e Cofins teria alíquota de 12%; a de instituições financeiras seria de 5,8%.” *Manchete de capa do Estadão*.

“PF mira Serra e empresários e gera embate com STF e Senado. Toffoli, a pedido de Alcolumbre, suspende buscas em gabinete; operação prende fundador da Qualicorp.” *Manchete de capa da Folha*.

“Novo tributo terá alíquota de 12% e substituirá PIS/Cofins. Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS) é a primeira parte da reforma tributária concebida pela área econômica do governo. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Acordo garante fundo para educação básica. Após acerto com o governo, que se viu obrigado a recuar, Câmara aprova em 1º e em 2º turnos o texto-base da PEC que torna o Fundeb permanente e com mais recursos da União. A proposta seguirá para votação no Senado. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

📃 *Editoriais do dia*:

_FOLHA_

“Passo tributário. Projeto para unificar PIS e Cofins é correto, mas alíquota merece exame rigoroso.” 

“Trump mascarado. Péssima gestão da pandemia ameaça reeleição do republicano, que tenta se salvar.”

_O GLOBO_

“É preciso fazer uma aposta firme nas vacinas. Além da parceria com as empresas que testam no Brasil, o país deve apoiar a iniciativa global da OMS.” 

_ESTADÃO_

“O governo tropeça na reforma. O governo continua devendo seu projeto de reforma tributária, repete promessas e emperra a tramitação de propostas no Congresso.”

“Crimes contra a humanidade. Denúncias podem dar em nada juridicamente, mas terão alto custo político e econômico.” 

“Previdência estadual preocupa. O quadro é pior em nove Estados, que tiveram a nota mais baixa.” 

“Grau de incerteza cai, mas ainda é muito elevado. Um nível alto de incertezas retarda decisões de consumo das famílias e de investimento das empresas.” 

_VALOR ECONÔMICO_

Brasil e EUA se unem na OMC contra a China. O peso do Brasil na disputa entre os dois gigantes é desprezível e pode sair bem mais machucado que ambos de um conflito que não é seu.” 

_CORREIO BRAZILIENSE_

“Esperança no horizonte. Na semana em que o Brasil contabiliza mais de 80 mil mortes e 2,1 milhão de infectados (1% dos brasileiros) pela covid-19, boas notícias surgem nos meios científicos que buscam pela vacina contra o novo coronavírus. .” Editorial do Correio Braziliense.

📈 Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 21, em queda de -0,11%, a 104.310 pontos. O dólar terminou o dia em queda de -2,58%, a R$ 5,21.

⏳ Destaque para o dia de hoje:

Realce histórico para sdfasdfsfd. 

Leia mais sobre Destaques da Grande Mídia Impressa.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments