Brasil quebrado; reabertura de hospitais; Coronavac; vacinas; volta às aulas

O Brasil está quebrado; não consigo fazer nada. Alta de casos leva à reabertura de hospitais de campanha. SP discute adiar segunda dose da Coronavac ao máximo. Oferta mundial de vacinas cobre um terço da demanda. Expectativa e dúvidas para a volta às aulas. 

Esses são destaques da grande mídia impressa, nesta quarta-feira, 06 de janeiro de 2021.

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano IV, Nº 788, de 06.01.2021

📃 *Manchetes do dia*:

“‘O Brasil está quebrado; não consigo fazer nada. Bolsonaro dispara, e Guedes diz que referência foi ao setor público’” *Manchete de capa do O Globo*.

“Alta de casos leva à reabertura de hospitais de campanha. Especialistas veem problema em investir em centros provisórios, cuja estrutura será totalmente desfeita” *Manchete de capa do Estadão*.

“SP discute adiar segunda dose da Coronavac ao máximo. Idéia do Centro de Contigência depende de eficácia e ampliaria base de vacinados” *Manchete de capa da Folha*.

“Oferta mundial de vacinas cobre um terço da demanda. Para manter a oferta atual e operar as linhas específicas para combater a covid-19, laboratórios terão de chegar a uma produção total de 17 bilhões de doses”. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Expectativa e dúvidas para a volta às aulas. Questões como ensino presencial ou remoto e material escolar preocupam pais e alunos” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

 *Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

°”Vacina de onde vier. Desde que não compita com o SUS, setor privado pode ajudar a ampliar imunização.” 

°”Memória falha. Precário, reconhecimento fotográfico não deveria, por si só, amparar condenações.”

_*O GLOBO*_. 

“Vacina em clínica privada poderia se somar ao SUS. Desde que não haja competição com setor público, não há por que não autorizar outros acordos.” 

°”Enriquecimento de urânio no Irã aumenta instabilidade no planeta. Não dá para garantir que a violação do acordo nuclear seja apenas jogo de cena para obter mais concessões.” 

_*ESTADÃO*_

°”Uma candidatura constrangedora. É um acinte que a Câmara, cuja atual legislatura foi eleita sob o anseio de novo patamar de moralidade na vida pública, tenha sua presidência disputada pelo deputado Arthur Lira.”

°”Previsões cautelosas do mercado. Projeções indicam recuperação lenta, mas com início de arrumação fiscal.” 

°”Digitalização e equidade no ensino. Brasil tem o desafio de criar uma cultura que valorize o ensino público e professores.” 

°”Na pandemia, saldo comercial cresceu 6,2%. Exportações de produtos agropecuários, mais uma vez, asseguraram o bom desempenho da balança comercial do País” 

_*VALOR ECONÔMICO*_

°“Perspectiva favorável para o balanço de pagamentos. As projeções continuam a indicar superávit comercial em 2021” 

_*CORREIO BRAZILIENSE*_

°“A balança comercial. Mesmo com as atividades econômicas sendo impactadas pela pandemia do novo coronavírus, o que levou setores a amargar resultados negativos no ano passado, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 51 bilhões em 2020.” 

📈 *Bolsa de Valores*

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 05, em alta de 0,44%, a 119.376 pontos. O dólar terminou o dia em baixa de -0,11%, a R$ 5,26.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments