Bolsonaro defende troca na PF, em vídeo que está no STF

Bolsonaro defende troca na PF, em vídeo que está no STF. Esses são destaques da grande mídia, nesta quarta-feira, 13 de maio de 2020, na seção DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA, do Anexo 6.

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

 https://anexo6.com/dfsfds/

📃 *Manchetes do dia*:

“Bolsonaro defendeu em reunião troca na PF para proteger família. Vídeo foi exibido a Moro, investigadores, PGR e AGU. Presidente diz que temia por segurança de parentes. Weintraub pediu cadeia para ministros do STF.” *Manchete de capa do O Globo*.

“Em vídeo, Bolsonaro liga troca na PF à proteção de sua família. Segundo pessoas que viram a gravação, presidente disse em reunião que seus filhos estavam sendo ‘perseguidos’.” *Manchete de capa do Estadão*.

“Em reunião, Bolsonaro vincula troca na PF a proteção da família. Presidente afirma que vídeo não traz as palavras ‘Polícia Federal’ ou ‘superintendência’, mas não nega preocupação com filhos”. *Manchete de capa da Folha*.

“Vídeo complica Bolsonaro e mercado reflete crise política. Gravação reforça acusações feitas por Sergio Moro ao deixar o Ministério da Justiça, indicando interferência política na gestão da Segurança Pública. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Vídeo reforça a denúncia de Moro contra Bolsonaro. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

📃 *Destaques de capa*:

_O GLOBO_

“Planalto afaga centrão com verba para Covid-19. Cada partido teve a oferta de um valor fixo e decidirá como será empregado; média de indicação individual foi de R$ 10 milhões”.

“Governo admite estender auxílio além de 3 meses. Integrantes da equipe econômica já admitem ampliar vigência da ajuda emergencial”.

“Brasil registra o maior número de mortes pelo vírus em 24 horas. BRASIL REGISTRA 881 ÓBITOS, E TOTAL JÁ PASSA DE 12 MIL”. 

“Sem motivo para festa. Entidade diz que 108 profissionais já foram vítimas da Covid-19. Protestos marcaram o Dia Internacional da Enfermagem.”

“Merval Pereira: Toffoli e ministros militares são lenientes com Bolsonaro”.

“Elio Gaspari: Vídeo vai mostrar show de falta de compostura e asneiras”.

“Míriam Leitão: Próximos meses serão gastos na defesa na PGR ou no Congresso”.

_FOLHA_

“Presidente pede relatórios de produtividade à PF, ato inédito, em preparação de sua defesa”.

“Elio Gaspari: O bolsonarês humilha os que votaram no capitão em nome dos bons costumes”.

“Dólar fecha em alta de 0,9% e vai a recorde de R$5,87; real é divisa que mais se desvaloriza no ano”. 

“Decreto sobre serviços gera conflito com governadores”. 

“Líder admite que grupo bolsonarista é armado”.

“País registra outro recorde com 881 vítimas em 24h”.

“Esper Kallás: È preciso prevenir com tecnologia”.

“Em menos de 5 meses, vírus atinge 180 países”. 

“Time de Guedes pede veto de reajustes até de médicos”. 

“Após novos casos, berço do coronavírus planeja testar 11 milhões”.

“Curados do Covid podem ter de insuficiência renal a perda cognitiva”.

“Justiça nega pedido de suspensão do rodízio paulista”.

“Governo vai rever PIB de 2020 para queda de 4% a 5%. 

_ESTADÃO_

“Brasil tem recorde de 881 mortes pela covid em 24h. De acordo com OMS, as Américas atingiram a marca de 1,87 milhão de infectados, enquanto os europeus registraram 1,67 milhão; os números são puxados pelo avanço da pandemia nos EUA e no Brasil, que juntos representam 85% dos contaminados na região”.

“Presidente atrasa veto para garantir reajuste a policial”.

“70 mil militares receberam R$ 600. Ministérios da Cidadania e da Defesa prometem apurar ‘individualmente’ os casos e dizem que dinheiro será devolvido”. 

“Brasil ganha R$ 52 bi em cédulas em 2 meses. Em função do aumento de saques e o pagamento de auxílios, Banco Central colocou nas ruas, em dois meses, R$ 52 bilhões em espécie”. 

“Dólar chega a R$ 5,86 e BC vende US$ 500 mi”.

“Epidemia impediu 50 mil diagnósticos de câncer no País. Com o advento da pandemia, recusa em ir aos hospitais e cancelamento de procedimentos não urgentes fez outros milhares de pacientes, já com o tumor detectado, terem tratamentos suspensos. Só em abril, cerca de 70% das cirurgias de câncer foram adiadas”.

“Escolas de SP devem negociar mensalidade”.

“Para especialistas, academia e salão de beleza trazem risco. Bolsonaro fez decreto para liberar atividade, mas especialistas alertam que nem medidas sanitárias e máscara dão garantia contra infecção”. 

“Vera Magalhães: Só a transparência total vai resolver o impasse duplo que inquieta o País.”. 

“Rosângela Bittar: Os militares morrerão por um governo alvo de investigação, imerso no isolamento?”.

_VALOR ECONÔMICO_

“Vale investe em renováveis, mas sofre restrição. Empresa vai investir US$ 2 bilhões em energias renováveis para reduzir suas emissões de carbono em 33% até 2020”.

“Hospitais viram consultores de empresas. Empresas estão procurando os hospitais e especialistas em saúde para desenhar novas rotinas que evitem a contaminação no ambiente de trabalho”.

“OCDE estima colapso “sem precedentes”. Queda de indicador em abril ocorreu na esteira das medidas de confinamento para combater a covid-19, com “impacto severo” na produção, consumo e confiança”. 

“STF decide sobre ICMS na importação. Competência para cobrar ICMS-Importação é do Estado onde está estabelecido o contribuinte que adquiriu a mercadoria no exterior”. 

“Mercado de soja tende à normalização. Com o arrefecimento das rusgas entre EUA e China, mercado de soja voltará a ficar mais equilibrado no ciclo 2020/21, segundo o Departamento de Agricultura americano”.

“Grande epidemia não ter surgido na Amazônia é ‘pura sorte’, diz Carlos Nobre. É preciso mudar nosso comportamento e como tratamos as florestas, segundo climatologista”.

“Índice da FGV aponta queda do PIB de 1,4% no 1º trimestre. Indicador sugere recuo dessa magnitude em relação ao mesmo período do ano passado”.

“Consumo aparente de bem industrial cai 11,9% em março. Com o resultado, o consumo caiu 1,2% no primeiro trimestre, aponta Ipea”. 

“Brasil não consegue superar modelo dos 80. Na verdade, foi justamente por não aceitar o fim do modelo de substituição de importações que a Ilha de Vera Cruz nunca mais se reconciliou com o crescimento acelerado”. 

“TLP sobe há 5 meses e atinge maior nível desde agosto de 2019. Taxa de referência de empréstimos do BNDES tem alta em momento de retração dos bancos privados”.

“Estados temem que discussão sobre rating no STF atrase aval de crédito pelo Tesouro. Estados que foram ao STF pedir a suspensão do pagamento da dívida foram chamados pela STN para prestar informações sobre suas contas neste ano”.

“Interação de órgão público com cidadão na internet é incipiente. Problema fica mais claro em um momento como o atual, de forte demanda por serviços públicos”.

“Serviços têm queda forte em março e recuo deve ser mais intenso em abril. Em março, indicador caiu 6,9%; analistas veem tombo de dois dígitos no mês passado”. 

“Previsão oficial para PIB deve apontar tombo maior que 4,1%. Projeção atual é de estagnação da economia neste ano”. 

“Área mais crítica da covid representa 35,4% do PIB. Doença ainda está concentrada em grandes centros, mas avança com velocidade pelo país, diz estudo”.

“Mortes batem recorde e Bolsonaro ameaça governadores. País registrou mais 881 óbitos por covid-19”.

“Militar que recebeu ajuda irregular vai devolver verba, prometem ministérios. 73,2 mil militares receberam o benefício de R$ 600, mas nem todos estão fora da lei, segundo governo”.

 _CORREIO BRAZILIENSE_

“Exames de coronavírus do presidente são enviados ao Supremo”.

“GDF acelera benefícios”.

“Emprego. Crise mudou os salários de 7,2 milhões”. 

“Fique alerta, o frio vem aí”. 

📃 *Editoriais do dia*:

_FOLHA_

“A noção do essencial. Com decreto descabido para a abertura de salões, Bolsonaro aposta no desgoverno.” 

“Justa causa. Crise pode exigir reforço e melhora dos programas de amparo ao emprego e à renda.”

_O GLOBO_

“Vídeo de Bolsonaro parece uma confissão. Confirmados os fatos, inquérito precisa prosseguir para o bem das instituições republicanas.” 

_ESTADÃO_

“As cartas do Centrão. Bolsonaro negocia com partidos que, sem nenhum compromisso com o interesse público, fazem da política balcão de negócios.”.

“Bolsonaro, o incurável. Estratégia é óbvia: fazer crer que a pandemia não passa de ‘histeria’ para prejudicar seu governo.” 

“A necessária voz da sociedade. Não basta conhecer os ataques à Constituição e às instituições, é preciso tocar o sino de alerta.”. 

“Mercado externo, oportunidade para pequena empresa. Não é razoável esperar que os meios digitais assegurem a conclusão dos negócios, mas eles abrem o caminho para vendas futuras.” (Editorial de Economia).

_VALOR ECONÔMICO_

BC avalia os limites para a redução da taxa de juros. Desvalorizações cambiais ainda mais fortes e ameaça de insolvência do Estado não são riscos desprezíveis”. 

_CORREIO BRAZILIENSE_

“Aposta no isolamento. Em boa hora, governadores e prefeitos, respaldados por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), tomaram a dianteira no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus, enquanto autoridades no Palácio do Planalto continuam insistindo na tese negacionista em relação ao perigo representado pela covid-19”. Editorial do Correio Braziliense.

📈 Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 12, em queda de -1,51%, a 77.872 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,86%, a R$ 5,87.

Destaque histórico:

Informações sobre o dia de hoje na história, é só clicar.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments