BC, fintechs, moeda estrangeira, bancos, emprego, servidores, NE, RJ e RS são os motes das manchetes

🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞 🗞

📰 Birô de Imprensa – Ano 2 – Número 332- A 84 dias do fim do ano de 2019, hoje é terça-feira, 08 de outubro de 2019, 281º dia do ano.

Sinopse da grande mídia impressa: Tendência do Banco Central a autorizar fintechs para operação com carteira de moeda estrangeira, pondo fim ao monopólio dos bancos no segmento, é assunto para as manchetes da Folha e do Valor Econômico. O Globo diz em sua manchete de capa que maioria das capitais vive retomada do emprego formal, e exclui as capitais do Nordeste e dos estados do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

🖋 Edição: Sérgio Botêlho

📃 Manchetes do dia:

“Maioria das capitais vive retomada do emprego formal. Nordeste e estados com crise fiscal, como RJ e RS, apresentam os piores resultados”. Manchete de capa do O Globo.

“Proposta elimina benefícios e muda carreira de servidores. Plano de reforma administrativa será apresentado pelo governo ao Congresso após a votação da Previdência”. Manchete de capa do Estadão.

“Projeto abre caminho para BC permitir conta em dólar. Proposta autoriza fintechs atuar livremente no mercado de câmbio.” Manchete de capa da Folha.

“Monopólio de bancos na área cambial vai acabar. O governo quer autorizar “fintechs” a operarem com remessa de dívidas e, assim, acabar com o monopólio de bancos que atuam hoje com carteira de moeda estrangeira”. Manchete de capa do Valor Econômico.

📃 Editoriais do dia:

“O tamanho gigantesco do estado-empresário. Número de companhias públicas e de participações federais é cinco vezes maior do que se sabia”. Editorial do O Globo.

“A lenta resposta do governo às manchas de óleo no Nordeste. Presidente determina investigação um mês depois de começarem a surgir os primeiros sinais de poluição”. Editorial do O Globo.

“Populismo virtual. Políticas públicas formuladas pelo presidente da República ao sabor da gritaria nas redes sociais se prestam a saciar os extremistas, mas dificilmente resolverão os problemas do País”. Editorial do Estadão.

“A agonia do Tietê. Relatório mostra que trecho ‘morto’ do rio – aquele sem condições de vida – cresceu de 122 km para 163 km, a maior marca desde 2013”. Editorial do Estadão.

“Lições da improbidade. Experiência recomenda aprimoramento do texto da Lei de Improbidade Administrativa, sancionada em 1992”. Editorial do Estadão.

“Laranja indigesta. Sem dar explicação para suspeitas investigadas pela PF, Bolsonaro ataca a Folha”. Editorial da Folha.

“Tutela democrática. Polarização faz crescer interesse em conselhos destinados a proteger menores”. Editorial da Folha.

📃 Outros destaques:

“Governo ainda procura origem do óleo em capitais do Nordeste”. Na capa do Valor Econômico.

“Campanha de ministro teve dinheiro dentro de caixa, diz membro do PSL”. Na capa da Folha.

“Isso é patifaria, diz Bolsonaro sobre imprensa”. Na capa da Folha.

“Concessão pode ter fundo para reduzir risco cambial. Comissão da Câmara estuda criação de um fundo para dar segurança cambial aos investidores estrangeiros”. Na capa do Valor Econômico.

“Congresso pode dobrar emendas obrigatórias. Relator da LDO inclui brecha que pode engessar ainda mais o Orçamento da União”. Na capa do Estadão.

”Estados podem ganhar R$ 4 bi do leilão do pré-sal. Congresso estuda nova forma de dividir recursos do pré-sal, ampliando fatia das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste”. Na capa do O Globo.

“Progressistas levam metade dos Conselhos Tutelares de São Paulo”. Na capa da Folha.

“Crise no Incra opõe aliado de Bolsonaro a militares e Ministério da Agricultura. Atribuída a Nabhan Garcia, saída de general que presidia o Incra sofre críticas da ala militar e no Ministério da Agricultura; demitido diz que virou alvo por ‘contrariar interesses’”. Na capa do Estadão.

“Mau humor com Brasil derruba Bolsa, e dólar volta operar acima de R$ 4,10. Sem investimento do governo, papéis da Eletrobras caem 7%”. Na Folha.

“Contas de brasileiros em dólar. Projeto de lei facilita as operações de empresas e de famílias que têm filhos que estudam no exterior.” Na capa da Folha.

“Salim Mattar diz que governo quer acelerar privatizações. Secretário de Desestatização estuda ‘fast track’ para vender estatais, mas diz, em entrevista à CBN, que Petrobras, Caixa e BB não estão nos planos. E afirma ter se surpreendido com levantamento sobre patrimônio da União”. Na capa do O Globo.

“BNDES impõe regra para pré-pagamento. O BNDES decidiu disciplinar o pagamento de dívidas antes do prazo de vencimento”. Na capa do Valor Econômico.

“Plano de recuperação da Odebrecht é contestado por Bradesco e Itaú”. Na capa da Folha.

“Fisco recua em mudar súmulas tributárias. Ministério da Economia vai propor uma nova norma, que será previamente submetida a consulta pública”. Na capa do Valor Econômico.

‘Passageiro poderá pagar mais para motorista de Uber não conversar”. Na capa da Folha.

“Submarino convencional, à espera do nuclear. Nesta semana, Bolsonaro participará de solenidade no Rio; 1ª embarcação do programa foi entregue em dezembro de 2018”. Na capa do Estadão.

“Rivais avaliam comprar a OI e partilhar os ativos”. Na capa do Valor Econômico.

“Auditor do caso Gilmar distribuiu arquivos da Lava Jato, aponta PF”. Na capa da Folha.

“TRE julga hoje ação que pede inelegibilidade de Doria por oito anos. Promotores acusam ex-prefeito de gastar 122% a mais do que devia com publicidade”. Na Folha.

“Para juíza esfaqueada, ataque foi à magistratura. Ferida no pescoço por procurador, Louise Filgueiras diz que caso pode ser o resultado de tentativa de intimidação”. Na capa do Estadão.

“Justiça manda Ancine retomar filmes LGBT. Juíza da 11ª Vara Federal do Rio vê ‘prejuízo à liberdade de expressão’ e restabelece edital suspenso por ministro”. Na capa do Estadão.

“Justiça manda edital para TV pública ser retomado. Liminar derruba portaria de Osmar Terra que suspendeu seleção de projetos para TVs públicas. Juíza entendeu que o governo agiu com discriminação”. Na capa do O Globo.

“Ação do MPT pode ir além de denúncias. Novo procurador geral do Ministério Público do Trabalho planeja trabalhar mais a partir de estudos internos e menos por meio de denúncias”. Na capa do Valor Econômico.

“Eduardo treina para embaixador em viagens a Washington”. Na capa da Folha.

“Petróleo no Nordeste pode ter vindo da Venezuela, indica Petrobras”. Na capa da Folha.

“Desastre ambiental é mistério. Presidente diz que vazamento na costa nordestina pode ter sido criminoso ou acidental; ministro afirma que já foram recolhidas mais de 100 toneladas do produto”. Na capa do O Globo.

“Queda no número de homicídios não é só resultado de repressão. Uma das causas é demográfica, devido ao envelhecimento da população. Outra, é o arrefecimento da guerra entre facções criminosas”. Na capa do Valor Econômico.

“Sob intervenção, prisões têm tortura, diz MPF. Após ação do MPF, Justiça afasta chefe da força-tarefa federal em presídios do Pará”. Na capa do O Globo.

“Sem concessionária, desordem vira a regra nas vagas de rua. Rio está desde 2013 sem empresa que controla vagas nas ruas”. Na capa do O Globo.

“Vistoria alerta para risco de incêndio no Teatro Municipal. Agentes da Controladoria-Geral do Estado viram problemas na manutenção do ar-condicionado e nos cuidados com acervo”. Na capa do O Globo.

“Liderada por Arthur Zanetti, equipe masculina garante vaga na Olimpíada. Equipe, liderada pelo campeão olímpico Arthur Zanetti, termina classificação geral em décimo. Doze países vão às Olimpíadas”. Na capa do O Globo.

“Reação a nível de oxigênio leva o Nobel. Trio desvendou meio de adaptação das estruturas à disponibilidade do gás; descoberta na área de Medicina pode ser aplicada contra câncer”. Na capa do Estadão.

“Trump trai curdos e apoia ação turca no norte da Síria. Ameaçado por processo de impeachment, presidente é criticado até por aliado no Senado”. Na capa da Folha.

“Saída de tropas da Síria gera críticas. Trump retira soldados dos EUA do Norte da Síria e expõe curdos a invasão turca”. Na capa do O Globo.

“Inspirado em programa de Lula, candidato kirchnerista lança Argentina Sem Fome. Problema atinge 35,4% da população do país de acordo com pesquisa recente”. Na capa da Folha.

“Papa critica ideologias na abertura do sínodo. Na abertura do sínodo, Francisco diz que não se pode ‘domesticar os povos nativos’”. Na capa do Estadão.

📃 Colunas e artigos:

‘Maior entrave à reforma tributária é nossa carência de visão de um estado democrático, que seja de todos e de nenhum”. Artigo de Roberto Rocha, no Valor Econômico.

“AS debêntures de infraestrutura são mais um ‘puxadinho’ na legislação e incentivos ao mercado de créditos de capitais”. Artigo de Thiago Pereira e Marcelo Miterhof, no Valor Econômico.

“Matem o mensageiro. Em tempos modernos, quem melhor desempenha esse papel é a mídia”. Na coluna de Hélio Schwartsman, na Folha.

“Avante, rumo à estupidez total! Juiz que critica Lei do Abuso ou faz política, ou vinha cometendo abuso, ou não honra a toga”. Na coluna de Ranier Bragon, na Folha.

“O garotão e o bispo do Carnaval. Witzel e Crivella brigam, e os sopapos sobram para a população”. Na coluna de Alvaro Costa e Silva, na Folha.

“Continente isolado. No Youtube brasileiro, canais de direita são muito maiores que os demais”. Na coluna de Pablo Ortellado, na Folha.

“Os esquecidos nas políticas educacionais. Alta parcela de jovens e adultos não entende o que lê”. Artigo de Sérgio Haddad, na Folha.

“O papel das empresas na transformação social. É preciso compromisso com diversidade e equidade”. Artigo de Stephane Engelhard, na Folha.

“Revelação de que auditor preso teria distribuído cópias de processos alerta juízes e procuradores”. Na coluna Painel, da Folha.

“O Coringa é a extrema direita. São vários os que surfam a onda da revolta popular para atingir objetivos pessoais”. Na coluna de Joel Pinheiro da Fonseca, na Folha.

“Demissões, perseguições, censura e cortes de recursos fazem parte da guerra do governo Jair Bolsonaro contra a cultura.” Na coluna de Eliane Catanhêde, na Folha.

“No 12 de Outubro, o Brasil tem pouco a comemorar: mais de 40% de nossas crianças vivem abaixo da linha da pobreza.” Na coluna de Pedro Fernando Nery, na Folha.

“Bolsonaro adere à política tradicional.” Na coluna de Merval Pereira, no O Globo.

“Confissões do centro do poder. Conhecer pessoas certas em áreas-chave do governo pode ser lucrativo, embora seja radioativo.” Na coluna de José Casado, no O Globo.

“A chance de Aras. É preciso coragem para ser impessoal e apenas seguir a lei no Brasil de 2019.” Na coluna de Carlos Andreazza, no O Globo.

“O exercício do poder amoleceu o coração de Sergio Moro. Antes de virar ministro, ele se vendia como um implacável caçador de corruptos. Agora se mostra um aliado compreensivo, disposto a perdoar todos os suspeitos que o cercam.” Na coluna de Bernardo Mello Franco, no O Globo.

“A difícil conciliação entre atos e palavras. O presidente Jair Bolsonaro disse que a economia é “100% com o Guedes”, na entrevista publicada pelo “Estado de S. Paulo” no domingo, mas ontem mesmo ele disse que não será quebrado o monopólio da Caixa Econômica na administração do dinheiro do FGTS. Essa é apenas mais uma interferência.” Na coluna de Miriam Leitão, no O Globo.

“Curdos vão se voltar para rivais dos EUA. No Oriente Médio, esta estratégia do presidente americano abre espaço para o fortalecimento de rivais como o Irã e a Rússia, além de mostrar que os EUA não têm palavra em seu apoio a aliados.” Na coluna de Guga Chacra, no O Globo.

📊 Mercado: Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a segunda-feira, 07, em baixa de -1,93%, a  100.573 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 1,18 %, a R$4,10.

Destaque histórico:

“Em 08 de outubro de 1998, astrônomos da Universidade do Arizona revelam que o telescópio espacial Hubble captou imagens de galáxias com doze bilhões de anos presumíveis, as mais antigas já observadas.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Deixe um comentário

avatar
  Inscreva-se  
Notifique-me de
Fechar Menu