Aulas, orçamento, isolamento e auxílio emergencial se destacam nos jornais

*Aulas, orçamento, isolamento e auxílio emergencial*. Esses são destaques da grande mídia impressa, nesta quarta-feira, 19 de agosto de 2020. Veja na *sinopse do noticiário*.

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano III, Nº 649, de 19.08.2020

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

“Orçamento da União. Bolsonaro admite ‘briga enorme’ por verbas para 2021. Censo deve ser adiado, e parte de seus R$ 2,3 bi direcionada a militares.” *Manchete de capa do O Globo*.

“Covas veta aulas em setembro e escolas privadas vão à Justiça. Testes com 6 mil alunos de 4 a 14 anos da rede municipal mostraram que 16,1% têm anticorpos para o coronavírus.” *Manchete de capa do Estadão*.

“Despenca adesão a isolamento, e 46% se dizem otimistas. Recorde de distanciamento foi em abril, mas caiu após reabertura econômica dos estados, mostra a Datafollha.” *Manchete de capa da Folha*.

“Congresso apoia extensão do auxílio emergencial. Ideia é que, após mais uma parcela de R$ 600 em setembro, seja aprovada uma continuação do auxílio, mas em um patamar menor. ” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“Auxílio emergencial deve ser estendido até o fim do ano. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

 *Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

“O ajuste de Doria. Tucano acerta em buscar equilíbrio fiscal, mas deve esclarecer avanço sobre Fapesp e universidades.” 

“Peças que se movem. Acordo Israel-Emirados Árabes é importante, mas visa mais a guerra do que a paz.”

_*O GLOBO*_

“Onde está o problema real do Orçamento. Não haverá mais dinheiro para Saúde ou Educação sem enfrentar a voracidade da máquina pública.” 

“Após um ano, vazamento de óleo ainda é cercado por um mar de dúvidas. Sem identificar responsável pelo desastre na costa brasileira, fica difícil evitar casos semelhantes.” 

_*ESTADÃO*_

“Farinha pouca, o pirão de sempre. Respeitar os limites da responsabilidade fiscal implica mexer com regalias de corporações arraigadas nos Três Poderes.”

“A hidra do crime organizado. O poder público tem de aprimorar a repressão a operações como a vista em Arujá, na Grande SP.” 

“Do tombo ao risco eleitoral. O Governo é a maior fonte de incertezas quanto à condição do País em 2021.” 

“A recuperação claudicante dos investimentos O quadro expõe melancolicamente a falta de políticas públicas robustas e inovadoras por parte do governo.” 

_*VALOR ECONÔMICO*_

O avanço fortuito de Bolsonaro nas pesquisas. Abraçado ao centrão, Bolsonaro poderá, em busca de cacife eleitoral, jogar a austeridade e Paulo Guedes pelos ares.” 

📈 *Bolsa de Valores*

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 18, em alta de 2,48%, a 102.065 pontos. O dólar terminou o dia em alta de 0,79%, a R$ 5,47.

⏳ Destaque para o dia de hoje:

Realce turístico para PRAIA DE TABATINGA.

Leia mais sobre Destaques da Grande Mídia Impressa.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments