Armas e previdência são as polêmicas de hoje

Sérgio Botêlho

Entre os principais destaques para hoje estão o início da discussão do relatório sobre a proposta de reforma da Previdência, na Comissão Especial que debate o tema, e a votação, no plenário do Senado, de decretos legislativos que derrubam o decreto presidencial sobre porte de armas, editado pelo governo Bolsonaro.

Vamos por partes. Na comissão especial da reforma da Previdência, o governo tenta reverter a decisão tomada pelo relator, Samuel Moreira (PSDB-SP) de retirar o ponto referente à criação do sistema de capitalização para aposentadorias, incluído pelo governo na proposta original da reforma previdenciária.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, não tem escondido sua insatisfação com a retirada da proposta de capitalização e, segundo indicou, no último final de semana, Onyx Lorenzoni, ministro chefe da Casa Civil, o governo vai tentar alguma brecha no relatório para reincluir o assunto.

Enquanto isso, os senadores devem votar decretos legislativos que derrubam o decreto presidencial que promoveu a liberação do porte de armas. O governo tem agido por meio de pressão exercida por seus apoiadores nas redes sociais para que os decretos legislativos não sejam aprovados pelo Senado.

Ontem, o presidente Bolsonaro vetou trecho da Medida Provisória aprovada mês passado, no Congresso, que havia estabelecido a gratuidade de bagagens no transporte aéreo de passageiros, e o tema, desde ontem, que vem inflamando discursos oposicionistas na Câmara dos Deputados e no Senado Federal.

Outro tema que dever pontuar os discursos parlamentares, nesta terça-feira, 18, é o da substituição do ex-presidente do BNDES, Joaquim Levy, pelo engenheiro Gustavo Montezano, com a tarefa de abrir o que o governo chama de “caixa preta” do banco.

Esta semana lesiglativa termina amanhã, já que na quinta-feira, 20, embora feriado facultativo, não haverá sessões no parlamento. E, para o encerramento da semana, amanhã, tem a presença do ministro Sérgio Moro na Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, debaixo de toda a polêmica que cerca o acontecimento.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments