Anvisa investe no fortalecimento e na modernização da farmacovigilância

Instituições poderão enviar sua manifestação de interesse até o dia 20 de maio; saiba como

A Anvisa acaba de publicar a Carta de Manifestação de Interesse 1/2022. A medida tem como objetivo incentivar o fortalecimento e a modernização do ensino, da pesquisa e do desenvolvimento das ações de farmacovigilância no Brasil. 

Nesse sentido, é importante destacar que, por meio dessa iniciativa inédita, a Anvisa investirá em projetos de âmbito nacional que visam auxiliar no processo de implementação e aprimoramento de atividades e serviços de farmacovigilância, desde o ensino de graduação na área da saúde, a pesquisa científica, até a rotina em serviços de saúde e indústrias farmacêuticas.  

A ação é voltada para a manifestação de instituições públicas de ensino superior, credenciadas junto ao Ministério da Educação (MEC), que ofereçam cursos de graduação em saúde e desenvolvam atividades de ensino, pesquisa e extensão. 

Ressalta-se que a data limite para o recebimento da referida manifestação, acompanhada dos documentos de suporte, será no dia 20 de maio deste ano. O conteúdo deverá ser enviado para o e-mail [email protected]

Com essa iniciativa, espera-se a harmonização dos métodos empregados no Brasil e o fortalecimento da farmacovigilância como ciência, favorecendo a formação de profissionais capazes de aplicar métodos de detecção, análise, avaliação, manejo e comunicação de eventos adversos relacionados a medicamentos e demais riscos relacionados a esses produtos que possam afetar a segurança do paciente, com a consequente promoção e proteção da saúde da população brasileira. 

Clique aqui e confira a íntegra da Carta de Manifestação de Interesse

Edição do Anexo 6: Sérgio Botêlho, com informações da Anvisa

You may also like

Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments