Alunos sem merenda nem ajuda; docentes sem preparo para ensino online

Alunos sem merenda nem ajuda; docentes sem preparo para ensino online. Esses são destaques da grande mídia, neste domingo, 17  de maio de 2020, na seção DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA, do Anexo 6.DESTAQUES DA GRANDE MÍDIA IMPRESSA🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

📃 *Manchetes do dia*:

“Brasil tem 7 milhões de alunos sem merenda e ajuda para comer. Alimentos não chegam às famílias após 60 dias de escolas fechadas.” *Manchete de capa do O Globo*.“8 em 10 professores não se sentem preparados para ensinar online. Docentes de escolas públicas e particulares também estão ansiosos e não realizados.” *Manchete de capa do Estadão*.“PF avisou Bolsonaro de que pegaria Queiroz, afirma ex-aliado. Paulo Marinho, suplente de senador, relata ter ouvido dele que polícia segurou investigação antes do segundo turno de 2018.” *Manchete de capa da Folha*.“Construção civil deve liderar recuperação pós-pandemia. A crise provocada pela covid-19 ainda não foi totalmente dimensionada, mas governo local e setor produtivo estudam ações conjuntas para reestruturar economicamente o Distrito Federal. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

📃 *Destaques de capa*:

_O GLOBO_

“Militares resistem a general na Saúde. Ministros aconselham Bolsonaro a não efetivar general na Saúde”.“Mortes por Covid-19 sobem 50% em 7 dias”.“Anticorpos não garantem imunidade contra coronavírus. TER ANTICORPOS CONTRA A COVID-19 NÃO ASSEGURA IMUNIDADE, DIZ ESTUDO”. “Distanciamento e tecnologia moldam o futuro imediat”. “Merval Pereira: Bolsonaro distorce fatos e palavras”.“Míriam Leitão: Graves crimes cometidos pelo presidente”.“Lauro Jardim: Inquérito das fake-news tem potencial letal”.“Dorrit Harazim: E se Bolsonaro defendesse o isolamento?”. “Elio Gaspari: A ‘ameassa’ de Weintraub ao Supremo”. “Bernardo Mello Franco: Mandonismo sem limites”.“Ancelmo Gois: Crise suspende quase 100 filmes e séries”.“Adesão dispara, mas tratamento de Covid-19 não é assegurado. Dados da ANS apontam mais de 111 mil novos beneficiários. Contratos por adesão têm salto de 3.275% em relação a fevereiro. No entanto, para conseguir atendimento, usuário pode ter de recorrer à Justiça”.“O desafio dos shows ao vivo. O novo protocolo das apresentações musicais é o tema da primeira reportagem sobre o futuro das artes pós-pandemia.”. 
_FOLHA_
“André Lara Resende: Moeda é dívida pública. É urgente rever a proibição de o Banco Central emitir moeda para financiar o Tesouro”.“Em tempos de pandemia, Brasil tem cerca de 70 milhões com acesso precário à Internet”.“UTIs lotadas no interior criam pressão nas capitais”. “Miguel Srougi: Ouça a ciência e ignore o presidente”. “Sidarta Ribeiro: Navegação de capotagem”.“Na Alemanha futebol volta com poucos abraços”.“Mercado. Para evitar contágio, passageiro terá que pedir para ir ao banheiro em avião”.“Com 15 mil mortes, Brasil supera casos de Itália e Espanha”. “Pesquisadores de contaminação são agredidos nas ruas”. _ESTADÃO_“Prestígio da ala militar incomoda Bolsonaro. Para Bolsonaro, integrantes do grupo que têm atuado como ‘bombeiros’ nas crises recentes ‘colhem os louros’ enquanto ele é atacado”.“Marun e Aleluia vão para conselho da Itaipu. Ex-ministro de Temer e deputado federal do DEM citado em delação da Odebrecht tiveram suas nomeações publicadas”.“A PANDEMIA EM UMA RUA. Histórias espalhadas por 1,2 km de extensão contam a rotina da quarentena em SP”. “Crise multiplica projetos para quebrar contrato. Pesquisa rastreia 352 propostas já em estudo no Congresso, em 15 Assembleias Legislativas e na Câmara Municipal de São Paulo que propõem de corte de juros em empréstimos a suspensão de pagamento por serviços públicos; governo vê risco de ‘colapso’”. “JORNALISTA MORRE EM SP. Repórter do ‘Estadão’ recebeu os principais prêmios de jornalismo do Brasil e ajudou a expor corrupção e fraudes”.“Eliane Catanhêde: Reunião ministerial do dia 22 de abril foi do balacobaco e ministro da Saúde tem de fazer o que dr. Jair manda.”.“Vera Magalhães: Jogamos fora a vantagem temporal que tínhamos em relação à Ásia, à Europa e aos EUA no enfrentamento da covid-19.”.“Celso Ming: Quanto mais Bolsonaro se enrola em confusões e intervenções estapafúrdias, mais se desqualifica como líder nacional.”. “Rosely Sayão: As crianças precisam ser ensinadas a respeitar o tempo de descanso e o tempo de trabalho da mãe.”. 

 _CORREIO BRAZILIENSE_

Brasil. Um gigante que incomoda vizinhos. Quarto lugar no mundo em casos positivos de covid-19 com 233.142 e 15.633 óbitos assusta América do Sul”.“Balanço. DF supera 4 mil casos de contaminação. Último boletim divulgado pela Secretaria de Saúde aponta 4.140 casos; número de óbitos sobe para 55.”“Criatividade para rolar a festa. A pandemia do novo coronavírus e o isolamento social revolucionaram o planejamento e até o cerimonial de comemorações especiais. Nossa, tem a sua cara!”“Acessório de segurança na proteção contra a infecção pelo novo coronavírus, as máscaras começam a ganhar toques pessoais.” Liberado o comércio de calçados e de roupas. As lojas de rua destes segmentos foram autorizadas a funcionar pelo GDF, das 11h às 19h. A decisão atinge também serviços de costura e de extintores de incêndio. Mas, para abrir, os comerciantes deverão tomar medidas de prevenção.”“As frentes de batalha de Bolsonaro. Em guerra aberta com governadores, presidente insiste em flexibilizar o isolamento social. Aposta na cloroquina deve adiar escolha de novo ministro da Saúde.”“Gols pelos cotovelos. Alemão volta com 16 bolas na rede em seis jogos, obra-prima de brasileiro e alguns dribles no protocolo contra a covid-19.”“Andar com fé e esperança. Líderes religiosos indicam como atravessar períodos de incertezas.”“Mobilização mundial. Busca por vacina contra a covid-19 tem mais de 100 projetos.”“Concursos viram provas de paciência. A crise global frustrou quem estava pronto para encarar certames que foram até adiados. Explicamos como ficam as seleções daqui em diante para quem não desistiu de estudar.”📃 *Editoriais do dia*:
_FOLHA_
“Lanterna emergente. Má atuação do governo eleva o impacto econômico da pandemia sobre o Brasil.” “Pequeno Irmão. Chanceler Araújo rebaixa Itamaraty ao retaliar a imprensa para adular Bolsonaro.”
_O GLOBO_
“Covid-19 aumenta popularidade de político que combate epidemia. Qualidade da administração pública se fortalece como um valor prioritário para os eleitores.” “Reconstrução do país precisa estar baseada na Ciência. Análise do Ipea mostra que entre 2015 e 2019 o setor perdeu 40% do valor real dos recursos federais.” 
_ESTADÃO_
“Vada a bordo! Naquilo que já podemos chamar de ‘doutrina Bolsonaro’, o presidente da República não é responsável por nada.”“Agro forte em tempos de crise. Exportações também crescem, apesar de grosserias contra países importadores.” “Manobra para a impunidade. Os agentes públicos devem responder pelos seus atos, especialmente na pandemia.” “A derrocada das principais economias. Em 10 dos 11 países analisados pela OCDE é aguda a queda das expectativas quanto à atividade econômica nos próximos seis a nove meses.” 
_CORREIO BRAZILIENSE_
“Saques ao erário em tempos de pandemia. “O poder corrompe, e o poder absoluto corrompe absolutamente.” A frase de Lord Acton, repetida com frequência nos abusos associados à política, vem à tona em cenário revoltante. Quando o país enfrenta o desafio de administrar crise sanitária que ceifa vidas, fecha postos de trabalho e rouba a possibilidade de sobrevivência de milhões de pessoas, fraudadores de licitações avançam sobre os recursos destinados a contratos emergenciais.” Editorial do Correio Braziliense.

📈 Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não funciona aos finais de semana.

Destaque histórico:

Informações sobre o dia de hoje na história, é só clicar.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


0 0 vote
Article Rating
Inscreva-se
Notifique-me de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments