Alta do PIB e suas nuances é destaque na mídia impressa

PIB sobe e volta ao pré-covid, mas ganho não chega a pobres (Folha). PIB cresce mais que esperado, mas desemprego ainda resiste (O Globo). PIB trimestral surpreende e previsão para ano chega a 5,5% (Estadão). PIB forte leva a projeções de crescimento acima de 5% (Valor). PIB forte leva a projeções de crescimento acima de 5% (Correio). Essas são as manchetes dos jornais da grande mídia, de hoje. 

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano IV, Nº 933 de 02.06.2021

*Manchetes do dia*:

“PIB sobe e volta ao pré-covid, mas ganho não chega a pobres. Surpreendente, avanço de 1,2% no 1º trimestre deixa para trás atividades que empregam muito.” *Manchete de capa da Folha*.

“PIB cresce mais que esperado, mas desemprego ainda resiste. Com avanço no primeiro trimestre, produção brasileira volta a patamar pré-Covid. *Manchete de capa do O Globo*.

“‘PIB trimestral surpreende e previsão para ano chega a 5,5%. Puxado por exportações, crescimento superou projeções do mercado; consumo das famílias ficou estagnado” *Manchete de capa do Estadão*.

“Planalto confirma Copa América. STF cobra explicações. Abertura do torneio será no Mané Garrincha. Mesmo sob forte pressão para que o governo recusasse o convite da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), devido ao grave momento da pandemia, Bolsonaro anunciou que a competição será realizada no país.” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

“PIB forte leva a projeções de crescimento acima de 5%. O PIB per capita, por sua vez, deve crescer entre 3,2% e 3,7% em 2021 e entre 0,8% e 1,3% em 2022, estimam economistas” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

 *Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

°PIB concentrado. Economia supera expectativas no primeiro trimestre, mas pouco chega às famílias” 

°”Torneio de insensatez. Bolsonaro consegue mais tumulto com decisão temerária de aceitar a Copa América.”

_*O GLOBO*_. 

“Alta do PIB traz ânimo, mas não é garantia. À primeira vista, o resultado do trimestre foi excelente diante do histórico (desde 2015, a taxa patina ao redor de 15%) e da nossa necessidade para manter uma trajetória de crescimento sustentado, estimada em 25%. Mas infelizmente se trata de um número ilusório, inflado pela distorção decorrente de um regime tributário especial, que trata plataformas de petróleo que jamais saíram do país como importação de bens de capital. 

“É temerário sediar Copa América com risco de nova onda de Covid. Em 15 meses de pandemia, o presidente Jair Bolsonaro nunca se mostrou preocupado com a gravidade da Covid-19, tratada como “gripezinha”. Vociferou contra medidas de restrição adotadas por governadores e prefeitos, desprezou o uso de máscaras e não se empenhou por vacinas. Não chega a surpreender, portanto, seu aval para a Copa América no Brasil, entre 13 de junho e 10 de julho, num momento em que o país vive a iminência de uma terceira onda de contágio.’”

_*ESTADÃO*_

°”Um país goleado. A decisão de receber a Copa América, contrariando frontalmente o bom senso, demonstra que Jair Bolsonaro não hesitará um segundo sequer em atender a seus interesses eleitorais””

°”O ‘Projeto S’. A solução para a pandemia passa pela observação do que aconteceu em Serrana.” 

°”O começo de uma longa jornada. O País voltará à pré-pandemia, mas ainda faltará retomar o desenvolvimento.” 

°”Inatividade aumenta na pandemia. Com as dificuldades para a procura ativa por uma ocupação, pessoas que perderam o emprego estão deixando a população economicamente ativa.” 

_*VALOR ECONÔMICO*_

°“PIB cresce, mas motor da expansão segue incerto. A volta a um ritmo normal (e baixo) de atividades é muito melhor do que a desventura de retrações sucessivas.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a terça-feira, 01, em alta de 1,63%, a 128.267 pontos. O dólar terminou o dia em baixa de 1,63%, a R$ 5,15.

Destaques:

Leia: Destaques da Grande Mídia Impressa.
Notícias sobre Economia do Turismo

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments