Aldo Rebelo (ex-PCdoB), pode ser o vice de Alckmin; sugestão teria sido do general Villas Boas

O ex-ministro da Defesa, ex-presidente da Câmara dos Deputados, ex-PCdoB e atual militante do Solidariedade, Aldo Rebelo, pode ser escolhido como candidato a vice-presidente da República na chapa do PSDB, capitaneada por Geraldo Alckmin.

Por ser alagoano, Rebelo cumpriria a orientação da legenda que é a de que o vice do ex-governador de São Paulo, na disputa presidencial, ser do Nordeste, onde Lula tem forte penetração eleitoral, para equilibrar a disputa regional.

A informação é da Coluna do Estadão, na edição desta quinta-feira, 28, do jornal paulista, dizendo, ainda, que Aldo, pré-candidato presidencial pelo seu partido, teria sido sugestão, a Alckmin, feita pelo ministro do Exército, general Villas Boas.

Ainda de acordo com a Coluna do Estadão, Alckmin já teria, inclusive, telefonado ao presidente nacional do Solidariedade, Paulinho da Força, na tentativa de viabilizar o acerto entre as duas legendas.

O PSDB continua trabalhando na intenção de se viabilizar eleitoralmente e, entre as suas mais recentes ações, vai partir para cima do presidenciável Jair Bolsonaro, na intenção de esvaziar as intenções de voto no parlamentar, que pontua em meio a um nicho da direita.

Nessa mesma direção, o partido de Alckmin está veiculando peça publicitária em que acusa Bolsonaro de “machista, racista e homofóbico”, com mensagem do setor feminino tucano: “sou mulher e exijo respeito”.

Noutra ponta, o apresentador Datena anuncia, hoje, sua candidatura ao Senado Federal, na chapa do PSDB de São Paulo, e deve representar outra ação do partido para reduzir os espaços da candidatura Bolsonaro em São Paulo.

Deixe uma resposta

Fechar Menu