Afago de Bolsonaro à China; Economia quer negociar volta do auxílio

Atrás na vacinação, Bolsonaro agora faz afago na China. Brasil deve ter mais de 15 milhões de doses em fevereiro. Economia aceita volta do auxílio, mas pede corte de gastos. Mercado já não crê que governo vá vender Eletrobras. GDF prevê vacinar idosos e professores até março. 

Esses são destaques da grande mídia impressa, nesta terça-feira, 26 de janeiro de 2021.

🖋 Edição: _Sérgio Botêlho_

*BIRÔ DE IMPRENSA*, Ano IV, Nº 808, de 26.01.2021

📃 *Manchetes do dia*:

“Atrás na vacinação, Bolsonaro agora faz afago na China. Pressionado, presidente muda tom e agradece a Pequim por ter liberado exportação de insumos da Coronavac” *Manchete de capa da Folha*.

“Brasil deve ter mais de 15 milhões de doses em fevereiro. Oferta será ampliada com importação da Índia e chegada de insumos para Butantan e Fiocruz. *Manchete de capa do O Globo*.

“Economia aceita volta do auxílio, mas pede corte de gastos. Guedes quer condicionar retomada de benefício a aprovação de PEC pelo Congresso. Diante da pressão para retomar benefício, Paulo Guedes pretende negociar com o Congresso a aprovação de Proposta de Emenda Constitucional com medidas de ajuste que não avançaram em 2020, incluindo a redução de despesas com os servidores” *Manchete de capa do Estadão*.

“Mercado já não crê que governo vá vender Eletrobras. Renúncia de Wilson Ferreira Júnior da presidência da Eletrobras praticamente põe fim às esperanças do mercado quanto à privatização da gigante estatal elétrica”” *Manchete de capa do Valor Econômico*.

“GDF prevê vacinar idosos e professores até março. A chegada de mais 150 mil doses de vacinas ao DF nos próximos meses vai agilizar a imunização dos grupos previstos nas primeiras etapas da campanha contra a covid-19..” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

 *Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

°”Ainda o auxílio. Cena política e econômica faz com que prorrogação do benefício continue em pauta.” 

°”Boneca russa. Sociedade apresenta surpresa para Putin com atos em favor de Alexei Navalni.”

_*O GLOBO*_. 

“Começa a chegar a Bolsonaro a conta do negacionismo. Apesar do abalo na popularidade, presidente ainda mantém apoio para resistir ao impeachment.” 

°”Falta de vacinas e crise em Manaus expõem gestão desastrosa na Saúde. É preciso mesmo investigar inépcia e omissão do ministro Pazuello no combate à pandemia de Covid-19.” 

_*ESTADÃO*_

°”Sobrou para o hipnotizador. Quem sabe se, ao hipnotizar o País inteiro, “Markinhos Show” convença os brasileiros de que Pazuello é competente e Bolsonaro merece ficar no cargo..”

°”Boas previsões para o agro. Mais uma boa safra de dólares virá em 2021, se o governo não brigar com os clientes..” 

°”Morbidade e mortalidade: um panorama. Estatísticas da OMS revelam tendências que exigirão adaptações das políticas de saúde..” 

°”O desempenho do comércio com os Estados Unidos. É possível que, quando a vacinação tiver avançado, o comércio bilateral entre o Brasil e os americanos ganhe mais dinamismo” 

_*VALOR ECONÔMICO*_

°“É possível conciliar novo auxílio com o teto de gastos. Acelerar a votação das PECs é imprescindível para sustentar eventual auxílio e o próprio teto.” 

_*CORREIO BRAZILIENSE*_

°“Injeção vital para a economia. Fim da politização e do negacionismo, além do esforço efetivo para que o Brasil tenha acesso a doses de vacinas contra a Covid-19 já disponíveis em dezenas de países é o mínimo a esperar do governo federal e de lideranças políticas, independentemente de cor partidária.” 

📈 *Bolsa de Valores*

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não funcionou nesta segunda-feira, 25, em virtude do feriado pelo aniversário de São Paulo.

Receba todas as novidades do Anexo6diretamente em seu email


    Inscreva-se
    Notifique-me de
    guest
    0 Comentários
    Inline Feedbacks
    View all comments