MANCHETES E EDITORIAIS DE 14.02.2024 

Economia, Carnaval e política internacional são os destaques da mídia impressa nesta quarta-feira, 14, traduzidos em ‘imposto do pecado’, Estandarte de Ouro e gasto militar global.

Manchetes do dia:

“Setores de mineração e petróleo resistem ao ‘imposto do pecado’. Cobrança prevista é de até 1% sobre itens considerados nocivos.” Manchete de capa do Estadão.

“Portela leva estandarte; também estão no páreo Viradouro, Imperatriz e Grande Rio.” Manchete de capa do O Globo.

“Gasto militar global salta 9% para ápice desde 2ª Guerra. Total despendido em armamento em 2023 superou PIB do Brasil; EUA lideram.” Manchete de capa da Folha.

Editoriais do dia:

“Ataques de Trump à aliança atlântica geram instabilidade. Ao lançar diatribes contra a Otan, virtual candidato republicano sabota principal pilar da paz global.” Editorial do O Globo.

“Minas Gerais e Santa Catarina erram ao dispensar carteira de vacinação. Exigência para matrícula escolar é eficaz para elevar cobertura vacinal e reduzir risco de contágio por doenças.” Editorial do O Globo.

“Prioridade errada. País gasta muito com ensino superior para minoria rica e oferta ensino básico péssimo para maioria pobre.” Editorial do Estadão.

“Boas práticas anticorrupção. Para os sintomas da corrupção, o melhor remédio é pressão popular; para a sua causa, o desenvolvimento.” Editorial do Estadão.

“O festim dos títulos incentivados. Fim do uso indevido desses papéis prova que solução era fácil e poderia ter vindo antes.” Editorial do Estadão.

“Mundo se tornou um barril de pólvora. Instabilidade geopolítica causa recorde em gastos militares e, associada a populismo no Ocidente, recomenda cautela à diplomacia do Brasil.” Editorial da Folha.

“Paliativo contra evasão. Governo define ajuda a alunos no ensino médio, que ainda precisa de reforma.” Editorial da Folha.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) retoma pregão após feriado de Carnaval.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Advertisment -
Cowmeia Coworking

MAIS POPULARES