MANCHETES E EDITORIAIS DE 05.02.2024

Economia e política são os temas que dominam as manchetes dos jornais da grande mídia impressa nesta segunda-feira, 05. O Estadão diz que PIB cresceria 0,6 ponto porcentual a mais se o Brasil reduzisse crime. O Globo revela que participação dos salários no PIB é a menor em 19 anos. A Folha realça a decisão de Lula em manter Padilha no ministério e enfrentar Lira.

Manchetes do dia:

“PIB cresceria 0,6 ponto porcentual a mais se o Brasil reduzisse crime. Estudo do FMI mostra como economia do País é prejudicada pela violência acima da média global.” Manchete de capa do Estadão.

“Participação dos salários no PIB é a menor em 19 anos. Fatia dos empregados caiu a 39,2% da renda nacional com crises, pejotização e automação.” Manchete de capa do O Globo.

“Sob pressão, Lula segura Padilha e confronta Lira. Presidente da Câmara promete travar a pauta do governo; aliados tentam agendar encontro para acalmar os ânimos.” Manchete de capa da Folha.

Editoriais do dia:

“Custo de tribunais impõe adequação à realidade fiscal. Com gasto estimado em 1,6% do PIB, Judiciário e MPs brasileiros compõem a Justiça mais cara entre 53 países.” Editorial do O Globo.

“Racismo em estádios de futebol exige punição mais dura aos responsáveis. Chaga não será debelada enquanto clubes, federações e cartolas forem lenientes com atitudes repugnantes.” Editorial do O Globo.

“A fumaça do mau direito. A incúria de agentes públicos pode converter a Lei de Defesa do Estado Democrático de Direito em seu oposto.” Editorial do Estadão.

“O ecossistema da corrupção. O Índice de Percepção da Corrupção sugere o desamparo do cidadão ante a corrosão do Estado de Direito.” Editorial do Estadão.

“A Europa precisa acordar. UE aprova ajuda à Ucrânia, mas é evidente que ainda não entendeu o tamanho da ameaça russa.” Editorial do Estadão.

“Barca furada. Novo programa para indústria naval não tem justificativa clara e está sujeito a antigos vícios.” Editorial da Folha.

“Passos de Milei. Câmara argentina aprova pacote desidratado, mas governo não mostra clareza no curto prazo.” Editorial da Folha.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) volta a operar nesta segunda-feira, 05, após o final de semana.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Advertisment -
Cowmeia Coworking

MAIS POPULARES