MANCHETES E EDITORIAIS DE 25.01.2024 

“Elite do agro lidera alta de renda dos mais ricos do país”, diz O Globo. “Judiciário no Brasil custa 1,6% do PIB, 4 vezes a média global”, destaca o Estadão. “Defesa costura retorno militar para operações de segurança”, adianta a Folha.

Manchetes do dia:

“Elite do agro lidera alta de renda dos mais ricos do país. Atividade rural puxa rendimentos no topo da pirâmide em até 131% e turbina mercado de superluxo em estados como MT, MS e GO.” Manchete de capa do O Globo.

“Judiciário no Brasil custa 1,6% do PIB, 4 vezes a média global. Tesouro Nacional fez estudo comparativo dos gastos com tribunais de 53 nações.” Manchete de capa do Estadão.

“Defesa costura retorno militar para operações de segurança. Múcio usa ação no Rio como exemplo para quebrar resistência de Lula e PT.” Manchete de capa da Folha.

Editoriais do dia:

“Trump representa perigo imenso para o mundo. Prévias republicanas mostram que é preciso desde já levar a sério o risco de sua volta à Presidência.” Editorial do O Globo.

“Punição por massacre do Carandiru depende de ação ágil do Supremo. Plenário deve examinar liminar sobre indulto de Bolsonaro, para que crimes cometidos há 31 anos não prescrevam.” Editorial do O Globo.

“Horizonte estreito. Programa de reindustrialização apresentado nesta semana não é um plano de Estado, mas de governo.” Editorial do Estadão.

“Aos 90 anos, a USP precisa avançar. Universidade compartilha de vulnerabilidades do sistema de ensino superior que impedem um progresso maior.” Editorial do Estadão.

“Ideologia não tapa buraco. Lula menospreza os paulistanos ao tratar a eleição local como ‘terceiro turno’ contra Bolsonaro.” Editorial do Estadão.

“Déficit de reforma. Em crise, municípios cedem a servidores e negligenciam mudança previdenciária.” Editorial da Folha.

“Mulheres a postos. Alegação do Exército de que fisiologia feminina afeta o combate não tem respaldo.” Editorial da Folha.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quarta-feira, 24, em queda de -0,35%, a 127.816 pontos. O dólar caiu -0,48%, a R$ 4,93.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Advertisment -
Cowmeia Coworking

MAIS POPULARES