MANCHETES E EDITORIAIS DE 01.01.2024 

Festa de réveillon em Copacabana deixa mensagem de harmonia, diz O Globo. Depois de regulamentada, 134 empresas buscam explorar apostas online, conta o Estadão. Ano de 2024 deve ser dos mais quentes da história, destaca a Folha.

Manchetes do dia:

“Réveillon pela paz. Festa em Copacabana deixa uma mensagem de harmonia para 2024.” Manchete de capa do O Globo.

“Após aprovação, 134 empresas buscam explorar apostas online. Câmara deu aval e regulamentação pode render R$ 3 bi em 2024.” Manchete de capa do Estadão.

“Ano de 2024 deve ser dos mais quentes da história. Aquecimento global pode causar calor recorde e chuvas fora do normal no Brasil mesmo se El Niño der trégua.” Manchete de capa da Folha.

Editoriais do dia:

“Brasil deve regular Cannabis medicinal com sensatez. Não pode haver um ‘liberou geral’, mas questão de saúde pública não deveria ficar a cargo da Justiça.” Editorial do O Globo.

“Com fim do sonho Ancelotti, a CBF deveria definir logo técnico da seleção. Preparação para a Copa de 2026 precisa começar se Brasil quiser manter viva a chance do hexa.” Editorial do O Globo.

“É hora de encerrar os inquéritos contra golpistas. Inquérito das fake news precisa ter fim. Circunstância atual não justifica mais atuação excepcional.” Editorial do Estadão.

“Um avanço pela metade. Exclusão de agricultura e pecuária reduz abrangência do mercado de carbono, mas não sua importância.” Editorial do Estadão.

“Conteúdo local, de novo. Governo aumenta ao acaso índice de nacionalização em equipamentos do setor de petróleo.” Editorial do Estadão.

“Partidos custosos. Número de siglas cai, o que é bom, mas intensifica-se o avanço sobre o erário.” Editorial da Folha.

“Verão impróprio. Balneabilidade das praias expõe descaso com saneamento; novo marco é esperança.” Editorial da Folha.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não opera desde a sexta-feira, 29.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Advertisment -
Cowmeia Coworking

MAIS POPULARES