MANCHETES E EDITORIAIS DE 24.12.2023 

Mercado de trabalho e meio ambiente são os temas em destaque nas manchetes dos jornais da grande mídia impressa neste domingo, 24. “Ciência de Dados forma nicho de profissionais superdisputados no mercado”, diz O Globo. “Percentual de chefes negros sobre, mas ainda há entraves”, revela a Folha. “Após crise, mercado de carbono tenta reaver credibilidade”, destaca o Estadão.

Manchetes do dia:

“Ciência de Dados forma nicho de profissionais superdisputados no mercado. Especialistas em ‘big data’, redes e IA ganham mais com alta demanda de empresas.” Manchete de capa do O Globo.

“Após crise, mercado de carbono tenta reaver credibilidade. Iniciativas pretendem dar transparência ao setor.” Manchete de capa do Estadão.

“Percentual de chefes negros sobre, mas ainda há entraves. Pretos e pardos ocupam 36% dos cargos de líderes, só que barreiras se mantêm.” Manchete de capa da Folha.

Editoriais do dia:

“Em vez de gastar mais, Estado precisa saber gastar melhor. Orçamento é aprovado com a preocupação de elevar a despesa, e não a eficiência da máquina pública.” Editorial do O Globo.

“Benesses a juízes erodem confiança na Justiça. Decisão de Toffoli que restabeleceu promoções automáticas revela descompasso com realidade fiscal.” Editorial do O Globo.

“O problema da liberdade nas universidades. Prevaricação das universidades americanas ante manifestações antissemitas expõe seus pesos e medidas.” Editorial do Estadão.

“Vergonhoso desrespeito à vida. Apenas um terço dos homicídios no País é esclarecido. Não há segurança pública, nem proteção ao direito à vida, com esse índice escandaloso. Investigação estatal precisa melhorar muito.” Editorial do Estadão.

“Urgência humanitária. Conselho de Segurança afinal se pronuncia sobre a guerra em Gaza, ante a intolerável situação.” Editorial do Estadão.

“Brasil polarizado. Açulados, lulistas e bolsonaristas não se arrependem do voto, mostra Datafolha.” Editorial da Folha.

“Melhor que o esperado. Na economia global, ano termina com inflação em queda sem a temida recessão.” Editorial da Folha.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) não opera nos finais de semana e feriados.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Advertisment -
Cowmeia Coworking

MAIS POPULARES