MANCHETES E EDITORIAIS DE 20.10.2023

Temas diferentes compõem as manchetes dos jornais da grande mídia impressa nesta sexta-feira, 20. O Globo destaca acordo firmado entre governo venezuelano, oposição interna e EUA sobre eleições no país, com os norte-americanos suspendendo sanções ao país. “Relatório da OCDE sobre impunidade cita anulação de provas por Toffoli”, revela o Estadão. Já a Folha informa que o Exército conseguiu identificar militares suspeitos de furtar armas da Força em São Paulo, recuperando 8 de 21 metralhadoras. Enfim, o Valor e seu foco econômico diz que “oito commodities respondem por 64,5% do total exportado pelo país”.

Manchetes do dia:

“Venezuela tem acordo para fazer eleições, e EUA suspendem sanções. Acerto prevê que Maduro liberte presos políticos, mas líderes da oposição não estão garantidos nas urnas.” Manchete de capa do O Globo.

“Relatório da OCDE sobre impunidade cita anulação de provas por Toffoli. Decisão do ministro do STF sobre o acordo de leniência da Odebrecht pode afetar segurança jurídica, aponta organização.” Manchete de capa do Estadão.

“Exército identifica militares suspeitos de furtar armas em SP. Força apura se houve aliciamento por facções criminosas; 8 das 21 metralhadoras levadas foram recuperadas no Rio.” Manchete de capa da Folha.

“Oito commodities respondem por 64,5% do total exportado pelo país. De janeiro a setembro, as vendas externas desses produtos somaram US$ 163,2 bilhões, quase dois terços dos US$ 253 bilhões embarcados.” Manchete de capa do Valor Econômico.

Editoriais do dia:

“Brasil conduziu com competência negociação na ONU. Mesmo que resolução tenha sido rejeitada no Conselho de Segurança, esforço diplomático não foi em vão.” Editorial do O Globo.

“Drama causado pela seca a ribeirinhos na Amazônia exige ação urgente. Governos federal e estadual precisam coordenar ajuda a 800 comunidades inacessíveis por terra ou pelos rios.” Editorial do O Globo.

Sem tolerância com o golpismo. Relatório da CPMI do 8/1 registra compromisso do Congresso com a democracia. Cabe não engavetá-lo.” Editorial do Estadão.

A opção dos EUA pelo unilateralismo. Os EUA tomam para si tarefa de solucionar crise Israel-Hamas e acentuam a inoperância do CS da ONU.” Editorial do Estadão.

“CPI sem impacto. Lidando com tema explosivo, comissão sobre o 8 de janeiro não aprofundou inestigações.” Editorial da Folha.

“Acerto com o ditador. EUA trilham o caminho possível ao afrouxar sanção à Venezuela em troca de avanços em eleições.” Editorial da Folha.

“Argentina vai às urnas em busca de saída para a crise. O modelo econômico atual, estatista e intervencionista, promovido pelo kirchnerismo (a ala esquerda do peronismo), fracassou.” Editorial do Valor Econômico.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quinta-feira, 19, em leve baixa de -0,05%, a 114.004 pontos. O dólar terminou o dia em levíssima alta de 0,02%, a R$ 5,05.

ARTIGOS RELACIONADOS
- Advertisment -
Cowmeia Coworking

MAIS POPULARES