Notícias matinais do dia 16.06.2023

Os temas econômicos e políticos, como sempre, dominam as manchetes dos jornais brasileiros em mais um dia de intensa cobertura. No cenário econômico, as notícias se concentram na redução do preço da gasolina e no panorama do agronegócio, enquanto no político, as atenções se voltam para as ações do governo, propostas legislativas e ações da polícia federal.

A Folha de São Paulo e o Diário de Pernambuco destacam a mesma notícia: a Petrobras reduziu o preço da gasolina nas refinarias, fazendo o valor do litro cair R$ 0,13. A decisão vem às vésperas de um aumento de impostos federais e após uma alta por conta de mudanças no ICMS. A medida pode trazer alívio para os consumidores, mas a situação pode ser revertida com o anunciado aumento de impostos.

Já o Estadão traz à tona a resistência do agronegócio à reforma tributária, apontando que um relatório de um grupo de trabalho na Câmara está gerando polêmica por diferenciar produtores rurais da agroindústria.

O Correio Braziliense reporta que o governo aceitará a retirada do FCDF do arcabouço fiscal, o que deve garantir a manutenção dos recursos do Fundo Constitucional do Distrito Federal. A decisão representa um recuo do governo e pode trazer implicações para a gestão fiscal do país.

O Estado de Minas relata a ação da Polícia Federal que, por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do STF, mira o senador Do Val em um inquérito sobre atos antidemocráticos ocorridos em janeiro. Isso acirra as tensões entre os poderes e indica um avanço nas investigações desses atos.

O Valor Econômico traz uma pauta diferenciada, mostrando o crescimento de gestoras com foco em “situações especiais”, que são empresas em dificuldade. O fenômeno reflete as dificuldades que as empresas têm enfrentado em meio ao cenário econômico conturbado, marcado por dívidas corporativas e crédito travado.

O Globo noticia que o Senado deve frear um projeto aprovado na Câmara que blinda políticos. A proposta que cria uma “discriminação” de agentes públicos está gerando controvérsia e, segundo o jornal, deve ser engavetada.

Por fim, o Zero Hora informa que, devido à previsão de El Niño no Rio Grande do Sul, a safra de inverno deverá ser 12,8% menor. A notícia aponta para o impacto das mudanças climáticas na agricultura e as consequentes implicações para a economia e a segurança alimentar.

Manchetes do dia:

“Petrobras reduz preço da gasolina nas refinarias. Valor do litro cai R$ 0,13 às vésperas de aumento de impostos federais e após alta com mudança no ICMS.” Manchete de capa da Folha.

“Gasolina cai R$ 0,13 por litro para distribuidoras.” Manchete de capa do Diário de Pernambuco.

“Proposta de tributação aumenta resistência do agronegócio à reforma. Relatório de grupo de trabalho na Câmara diferencia produtores rurais da agroindústria.” Manchete de capa do Estadão.

“Governo aceitará a retirada do FCDF do arcabouço fiscal. O relator do projeto no Senado, Omar Aziz (PSD-AM), reafirmou ontem que será retirado da proposta o texto que levaria à redução de recursos do Fundo Constitucional do Distrito Federal.” Manchete de capa do Correio Braziliense.

“Gestoras com foco em ‘situações especiais’ dobram no Brasil. Casas independentes especializadas em investimentos em empresas em dificuldade crescem, diante das dívidas corporativas e do crédito travado.” Manchete de capa do Valor Econômico.

“Do Val no alvo. Por ordem do ministro Alexandre de Moraes, do STF, ação da PF mira senador em inquérito sobe atos antidemocráticos de janeiro.” Manchete de capa do Estado de Minas.

“Senado freia projeto aprovado na Câmara que blinda políticos. Proposta que cria ‘discriminação’ de agentes públicos deve ser engavetada, indicam Pacheco e líderes da Casa.” Manchete de capa do O Globo.

“Com previsão de El Niño no RS, safra de inverno deverá ser 12,8% menor.” Manchete de capa do Zero Hora.

Editoriais do dia:

“Acinte exposto. Deputados legislam em causa própria ao votar PL que altera norma anticorrupção.” Editorial da Folha.

“Nos trilhos, enfim. Com atraso, escândalo e bilhões em gastos, Norte-Sul, privatizada, será entregue.” Editorial da Folha.

“Revisão da nota de crédito do Brasil emite sinal positivo. Governo e Congresso têm de entender que não pode haver retrocesso para reconquistarmos grau de investimento.” Editorial do O Globo.

“Iniciativa que pune ‘discriminação’ contra políticos favorece corrupção. Projeto aprovado na Câmara inibe mecanismos contra lavagem de dinheiro consagrados no mundo todo.” Editorial do O Globo.

“Acordo UE-Mercosul sobe no telhado. Demandas ambientais e em favor da reindustrialização disfarçam protecionismo dos dois lados.” Editorial do Estadão.

“Reindustrialização míope. Produtividade da indústria de transformação desaba no País, enquanto governo mira no alvo errado.” Editorial do Estadão.

“As lucrativas férias dos juízes. Com dois meses de descanso remunerado, juízes relaxam e ganham um extra vendendo parte das férias.” Editorial do Estadão.

“Contra “discriminação”, Câmara aprova privilégios. O pretexto é falso e a solução é um escárnio, criando obrigações cujo descumprimento acarretam multas e prisões contra instituições financeiras.” Editorial do Valor Econômico.

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a quinta-feira, 15, em alta de 0,13%, a 119.221 pontos. O dólar terminou o dia em queda de -0,04%, a R$ 4,80.

Leia: Destaques da Grande Mídia Impressa.

Notícias sobre Turismo

Edição: Sérgio Botêlho

Fale com o editor

ARTIGOS RELACIONADOS
- Advertisment -
Cowmeia Coworking

MAIS POPULARES