Escultura Bailarina é restaurada e colocada novamente em exposição na Câmara

Escultura bailarina

A obra Bailarina foi separada da base e jogada no chão durante a invasão da Câmara no domingo

A escultura Bailarina, concebida no ano de 1920 pelo escultor ítalo-brasileiro Victor Brecheret, foi restaurada e colocada de volta no local onde estava durante a invasão da Câmara dos Deputados por radicais defensores de um golpe de Estado.

A escultura foi separada da base e jogada no chão, mas já se encontra em perfeito estado no saguão de entrada da Câmara, sob a escada que leva para o Salão Verde, podendo ser vista por todos que entram na Casa pela Chapelaria.

Trabalhada em bronze fundido, com dimensões de 70x60x30 cm, a obra refere-se à delicadeza e a sutileza das bailarinas e dos artistas. Na década de 1920, Brecheret morava em Paris (França) e trabalhava com artistas como Antoine Bourdelle, buscando representar a beleza do mundo no mundo das artes.

A obra foi doada à Câmara dos Deputados em 2015 por Sandra Brecheret Pellegrini, filha de Victor.

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Compartilhe este artigo:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Zoom-+=