Paraíba ocupa segundo lugar em financiamento de imóveis rurais pelo Programa Terra Brasil

Economia

O primeiro lugar ficou a Associação Rio-grandense de Empreendimentos e Assistência Técnica e Extensão Rural, do Estado do Rio Grande do Sul

A Paraíba ocupa o segundo lugar em contratações de projetos de financiamento de propriedades rurais no Brasil, por meio do Programa Nacional de Crédito Fundiário – Terra Brasil, executado pelo Governo do Estado em convênio com o Governo federal, por meio da Empresa Paraibana de Pesquisa, Extensão Rural e Regularização Fundiária (Empaer), vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap).

A ação beneficiou 65 famílias numa área de 1.563 hectares, envolvendo recursos da ordem de R$ 6.436.577,00, nos municípios de Sumé, São José dos Cordeiros, Diamante, Coremas, São José dos Ramos e Itatuba.

Conforme dados do Departamento de Gestão de Crédito Fundiário (Decred), ligado à Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a Empaer é a segunda entre as 18 empresas públicas credenciadas nos Estados em financiamentos de imóveis rurais por meio do Terra Brasil, com 76 projetos.

O primeiro lugar ficou a Associação Rio-grandense de Empreendimentos e Assistência Técnica e Extensão Rural, do Estado do Rio Grande do Sul, com 586 projetos. Em terceiro lugar ficou a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina – Epagri, com 61 projetos.

De acordo com o diretor de Regularização Fundiária da Empaer, Francisco Elias, as famílias beneficiadas, possuidoras de títulos de propriedade, terão assistência técnica sistemática da Empaer. Os proprietários passam a ser gestores de suas unidades produtivas e terão amplas possibilidades para diversificação da produção agrícola e melhores índices de produtividades.

Região de Itabaiana – A região de Itabaiana, que tem à frente o gerente regional Paulo Emilio de Souza, e contando com a participação do extensionista Geogles Dantas, se destacou no volume de crédito fundiário de R$ 3.638.679,85 liberado no ano passado, com destaque para o Programa Nacional de Crédito Fundiário – Terra

Secom-PB

Compartilhe este artigo:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Zoom-+=