Enfrentamento ao racismo é tema de seminário nas próximas quinta, 17, e sexta, 18

Direito

As inscrições estão abertas pelo site até esta terça-feira, 15

A Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF), por meio da Ouvidoria-Geral Externa, promove, de 17 a 18 deste mês, o 1º Seminário Multidisciplinar: A Defensoria Pública e a Questão Racial – Os subsídios para construção de políticas públicas de enfrentamento ao racismo. A conferência ocorrerá em formato presencial, das 8h às 18h, no auditório do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), no Setor de Autarquias Norte.

Flyer do 1° Seminário Multidisciplinar A Defensoria Pública e a Questão Racial

O evento é voltado para defensores, servidores, estagiários, colaboradores e público geral, e as inscrições estão abertas até o dia 15 pelo site http://escola.defensoria.df.gov.br/eventos/view/cursos/detalhescurso.php?nome=1%C2%BASemin%C3%A1rio-DefensorianaLutaAntirracista&id=216.

“Realizar esse primeiro seminário sobre racismo era algo que queríamos havia muito tempo. Queríamos falar sobre esse tema porque está muito entranhado na nossa sociedade”, explica a ouvidora interina da DPDF, Patrícia Alves. “Não é preciso ser negro para lutar contra o racismo, é preciso ser humano. Esse é um tema que temos que enfrentar, e nada mais justo, porque a Defensoria Pública é a casa das minorias.”

O seminário surgiu com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a importância de ações antirracistas e a promoção da igualdade racial dentro do órgão. Durante dois dias serão discutidos em palestras temas como racismo institucional e estrutural, interseccionalidade de gênero e raça, dez anos de cotas nas universidades públicas, cotas raciais no serviço público e letramento racial.

Além das conversas, o evento terá espaço para debate, exposições, atrações culturais, lançamento de livros e ainda a constituição de uma comissão permanente interna de educação, enfrentamento e monitoramento do racismo, “Mais do que o seminário, queremos ter ações afirmativas e concretas. A comissão será para fazermos o acompanhamento e construção de uma educação antirracista”, define Patrícia.

Confira a programação completa do 1º Seminário Multidisciplinar

Dia 17 (quinta-feira)

– 8h às 8h30 – Credenciamento e entrega de material

– 8h45 às 9h15 – Abertura

– 9h15 às 9h40 – Atração cultural

– 9h40 às 10h20 – Por uma Defensoria antirracista – Sirlene Vanessa de Souza Assis, ouvidora-geral da Bahia da DPE-BA, e Fabio Esteves, juiz do TJDFT

– 10h20 às 10h25 – Perguntas

– 10h30 às 11h – Coffee break

– 11h às 11h40 – Racismo institucional – Karla Andrade, defensora pública da DPE-PI; deputado distrital Chico Vigilante. Mediação: Diego Santos, presidente do Conselho Distrital de Promoção da Igualdade Racial do DF

– 11h40 às 11h45 – Perguntas

– 11h50 às 12h30 – Interseccionalidade de gênero e raça – Lucélia Luiz Pereira, professora do Departamento de Serviço Social da UnB. Mediação: Helena Campos

– 12h às 12h35 – Perguntas

– 12h40 às 14h – Intervalo de almoço

– 14h às 14h40 – Racismo religioso – babalorixá Nilson-BA, Katia Aparecida Oliveira dos Santos-BA e Mãe Baiana-DF

– 14h40 às 14h45 – Perguntas

– 14h50 às 15h30 – Mulher no Judiciário – Silvia Virginia Silva de Souza, do Conselho Federal da OAB

– 15h30 às 15h35 – Perguntas

– 15h40 às 16h10 – Coffee break

– 16h10 às 16h50 – Sistema de Justiça Criminal e racismo no Brasil – Cíntia Costa da Silva, promotora do Ministério Público do DF, e Lívia Cárceres, defensora pública da DPE-RJ. Mediação: Ronan Figueiredo, Defensoria Pública do DF

– 16h50 às 17h – Perguntas

– 17h15 às 17h30 – Encerramento

 

Dia 18 (sexta-feira)

– 8h30 às 9h – Liberdades individuais e proteção das minorias, povos pretos e indígenas. Aléssia Bertuleza, defensora pública da DPE-BA

– 9h10 às 9h25 – Perguntas

– 9h20 às 9h40 – Apresentação cultural

– 09h40 às 10h20 – Legado dos dez anos de cotas nas universidades públicas – Sales Augusto, professor visitante no Departamento de Ciências Sociais (UFV)

– 10h20 às 10h25 – Perguntas

– 10h30 às 11h – Coffee break

– 11h às 11h45 – Cotas raciais no serviço público – Case DPE/BA – Defensor público-geral do estado da Bahia, Rafson Saraiva Ximenes. Mediação: Fabrício Rodrigues, subdefensor público-geral da Defensoria Pública do DF

– 11h45 às 11h50 – Perguntas

– 12h às 13h30 – Intervalo de almoço

– 13h30 às 14h20 – O extermínio da juventude pobre a partir da perspectiva da ação da Justiça, uma visão das mães que perderam seus filhos assassinados. Maíra de Deus Brito, professora do IDP. Mediação: Yasmin Sousa

– 14h20 às 14h25 – Perguntas

– 14h30 às 15h10 – Letramento racial – Vera Lúcia Santana de Araújo, integrante da Executiva Nacional da Associação Brasileira de Juristas pela Democracia (ABJD) e ativista da Frente de Mulheres Negras do DF e Entorno. Mediação: Bianca Corrêa

– 15h10 à 15h15 – Perguntas

– 15h20 às 16h50 – Coffee break

– 16h50 às 17h30 – Racismo estrutural – advogada Roseli Faria. Mediação: Luiz Cláudio

– 17h30 às 17h35 – Perguntas

– 17h40 às 18h – Encerramento

Edição do Anexo 6: Sérgio Botêlho, com informações da Agência Brasília

Compartilhe este artigo:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Zoom-+=