“Juntos Dizemos Não”: ONU lança campanha contra abuso e exploração sexual

Mundo internacional categoria

A Agência da ONU para as Migrações (OIM) e o Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (WFP) – em parceria com os Tradutores Sem Fronteiras (TWB, na sigla em inglês) – lançaram na última quarta-feira (26), a iniciativa “PSEA na Linha de Frente”, uma campanha global para empoderar ainda mais os trabalhadores humanitários da linha de frente e os parceiros na luta contra o abuso e a exploração sexual (SEA, sigla em inglês). 

Por meio de um pacote abrangente de materiais de comunicação e divulgação, disponíveis em 22 idiomas, a campanha foi projetada para equipar aqueles que trabalham em estreita colaboração com comunidades em todo o mundo com conhecimento e conscientização para reconhecer, relatar e, finalmente, ajudar a impedir que pessoas que recebem assistência ou buscam proteção sofram abuso e exploração sexual. 

“O abuso e a exploração sexual prejudicam os mais vulneráveis e são formas extremas de abuso, que a OIM, o WFP e toda a comunidade humanitária não toleram”, destacou a vice-diretora executiva do WFP, Valerie Guarnieri. “Nossas agências uniram forças para criar a PSEA na Linha de Frente em um esforço decisivo para intensificar a prevenção e a resposta ao SEA”. 

Usando o slogan “Juntos Dizemos Não”, os materiais da campanha incluem produtos impressos ilustrados, mensagens de áudio e recursos multimídia. A campanha PSEA na Linha de Frente foi desenvolvida com base no feedback de mais de três mil trabalhadores humanitários em mais de 80 países, para maximizar a aplicabilidade e a eficácia dos produtos e das mensagens de comunicação e divulgação. 

“A OIM e o PMA se uniram para quebrar a barreira linguística da Proteção contra Abuso e Exploração Sexual”, disse a vice-diretora da OIM, Amy Pope. “Todos os dias, em todos os lugares do mundo, todos devemos ‘Dizer Não’ ao abuso e à exploração sexual.” 

A PSEA na Linha de Frente também será lançada por meio de uma série de eventos nos países. O primeiro evento será na Colômbia (de 31 de outubro a 4 de novembro de 2022), uma missão à qual se juntará o coordenador especial para melhorar a resposta das Nações Unidas ao abuso e à exploração sexual, Christian Saunders. Eventos subsequentes foram planejados para o Senegal (no lançamento regional na África Ocidental) e Sudão do Sul. 

Atuação – A OIM é a principal organização intergovernamental na área da migração. Com 174 Estados-membros e presença em mais de 100 países, a OIM está comprometida com o princípio de que a migração humana e ordenada beneficia os migrantes e a sociedade. A Organização trabalha com seus parceiros na comunidade internacional para ajudar a enfrentar os desafios operacionais da migração, avançar na compreensão das questões migratórias, incentivar o desenvolvimento social e econômico por meio da migração e defender o bem-estar e os direitos humanos de todos os migrantes. 

O Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (WFP) é a maior organização humanitária do mundo, salvando vidas em situação de emergência e usando a assistência alimentar para construir um caminho para a paz, estabilidade e prosperidade para pessoas que se recuperam de conflitos, desastres e o impacto das mudanças climáticas. 

Os Tradutores Sem Fronteiras (TWB) são uma comunidade global que reúne mais de 100 mil voluntários de idiomas que oferecem seu tempo e habilidades para apoiar a missão da organização – ajudar as pessoas a obterem informações vitais e serem ouvidas, independentemente da língua que falam. Originalmente fundada em 2011, a TWB hoje faz parte da CLEAR Global, uma organização sem fins lucrativos com sede nos EUA que também inclui a CLEAR Tech e a CLEAR Insights. 

Edição do Anexo 6: Sérgio Botêlho, com informações das Nações Unidas

Compartilhe este artigo:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Zoom-+=