GRANDE MÍDIA IMPRESSA DE 22.10.2022

Categoria Sinopse 1

Plenário do TSE julga ataques de campanha. Bolsonaristas protocolam pedido de CPI das pesquisas. Esses são os destaques da GRANDE MÍDIA IMPRESSA DE 22.10.2022

*Manchetes do dia*:

“Plenário do TSE julga ataques de campanha. ” *Manchete de capa do Correio Braziliense*.

“Senado tem de ‘dar um freio’ em Moraes, afirma Mourão. Senador eleito diz que magistrado ultrapassa limites da autoridade” *Manchete de capa do Estadão*.

“Bolsonaristas protocolam pedido de CPI das pesquisas. Eduardo Bolsonaro é coautor de projeto para intimidar institutos a dias do pleito” *Manchete de capa da Folha*.

Aras contesta ação do TSE no combate a fake news. PGE alega risco de ‘censura  prévia’ e recorre ao Supremo. *Manchete de capa do O Globo*.

“Entrevista exclusiva/Lula: ‘É questão de honra fazer da BR-281 a estrada da vida’” *Manchete de capa do Estado de Minas*.

“Aras tenta barrar norma que amplia poder do TSE para retirar conteúdos.”*Manchete de capa do Zero Hora*.

PGR aciona Supremo contra poder do TSE sobre fake news.” *Manchete de capa do Diário de Pernambuco*.

*Editoriais do dia*:

_*FOLHA*_

“Censor eleitoral. TSE, que amplia seus próprios poderes, age de modo arbitrário contra publicações.

“O vexame de Moro. Pior que reconciliação subalterna com Bolsonaro é dano à imagem da Lava Jato.”

_*O GLOBO*_. 

“Apoio recorde à democracia tem de ser lido com cautela. Repúdio à ditadura atinge maior nível desde 1989, mas não está claro como brasileiro define regime democrático”

“Sucessor enfrentará mesmo desafio que derrubou a britânica Liz Truss. Primeira-ministra caiu pela própria incompetência ao propor reforma orçamentária que geraria crise fiscal.”

*ESTADÃO*_

“TSE cai na arapuca do bolsonarismo. Não cabe ao Judiciário impor censura. TSE errou e deve corrigir, o quanto antes, seus equívocos.

“O risco Lula. Nem para Meirelles, que apoia Lula, está claro ‘qual Lula’ governará: o responsável ou o perdulário.”

“‘Bondade’ que se esfuma. Contido à força por Bolsonaro de olho na eleição, preço da gasolina volta a subir. Era previsível.”

Bolsa de Valores

Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou a sexta-feira, 21, em alta de 2,35%, a 119.929 pontos. O dólar terminou o dia em baixa de -1,38%, a R$ 5,14.

Leia: Destaques da Grande Mídia Impressa.

Notícias sobre Turismo

Sinopse Anexo 6 edição 1146 – Ano IV – Sérgio Botêlho

Compartilhe este artigo:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Zoom-+=